segunda-feira , abril 22 2019
Inicio / Diversos / Adoçantes: Mitos e verdades sobre a dieta mais adocicada!
Adoçantes: Mitos e verdades sobre a dieta mais adocicada!

Adoçantes: Mitos e verdades sobre a dieta mais adocicada!

Adoçantes: Mitos e verdades sobre a dieta mais adocicada: O uso do adoçante é um dos temas mais polêmicos que podemos encontrar quando o assunto é alimentação. Se faz mal a saúde, se realmente ajuda na dieta, se é um vilão a ser combatido no dia a dia, se todo mundo pode usar… enfim, não faltam dúvidas a respeito. E dentre todos os assuntos considerados polêmicos, existem vários mitos e verdades.

Adoçantes: Mitos e verdades

Ficou curiosa? Então confira alguns dos mitos e verdades sobre os adoçantes:  

Adoçantes: Mitos e verdades sobre a dieta mais adocicada!

Todo mundo pode consumir adoçante

Mito. Existem alguns casos onde o consumo não é aconselhável, portanto é preciso levar o tipo de adoçante em consideração. O aspartame, por exemplo não deve ser consumido por quem é portador da fenilcetonúria. Já o ciclamato e a sacarina não são os mais recomendados para quem tem a pressão alta ou problemas com insuficiência renal. Mas a princípio, para a maioria das pessoas basta escolher com cuidado e manter-se dentro da quantidade máxima recomendada.

Adoçante engorda

Depende: embora eles possuam poucas calorias – ou mesmo nenhuma – alguns estudos indicam que o consumo constante pode interferir na regulação natural do apetite. Nesse caso, quando consumimos um alimento adoçado de maneira artificial, o corpo se prepara para receber o açúcar, mas como ele não o recebe, isso faz com que possamos acabar comendo mais. Além disso, muita gente fica propensa a consumir mais produtos diet e light pois produtos desse tipo podem até utilizar edulcorantes no lugar do açúcar, mas muitas vezes possuem mais gordura, fazendo com que o tiro saia pela culatra.

Como adoçantes não tem calorias, posso consumir a vontade

Mito, já que é preciso respeitar os limites de ingestão diária recomendada pela Organização Mundial de Saúde para evitar problemas. Tudo bem que o valor máximo pode variar de acordo com o tipo de adoçante e também do peso corporal, mas isso não significa que o consumo é ilimitado. Ultrapassados esses limites é possível ter problemas.

Adoçante faz mal a saúde

Depende. Isso porque o assunto é controverso. Uma vez que você esteja respeitando a dose diária recomendada, é improvável que haja danos a saúde. Porém, como citado acima, nem todos podem consumir adoçantes, sendo necessário escolher com cuidado qual o tipo mais indicado de acordo com sua saúde.

Adoçantes: Mitos e verdades sobre a dieta mais adocicada

Adoçante dá câncer

Inconclusivo. Por hora não existem estudos concluídos que comprovem a relação entre o consumo de adoçante e o desenvolvimento do câncer.

Stévia e sucralose são os tipos de adoçante mais recomendados

Verdade. Eles são mais naturais e também os mais recomendados para consumo diário. Isso porque a stévia é natural, podendo ser consumida inclusive por gestantes e crianças. Já quanto a sucralose, os estudos realizados até agora não sugerem relações com danos a saúde. Por hora, esses são os adoçantes menos propensos a causar danos ao organismo. 

Lembre-se: confira sempre o rótulo e não exagere na dose, ok?

Sobre Danubia Schneider

Veja isto!

Quando uma pessoa quer estar com você, ela estará com você

Quando uma pessoa quer estar com você, ela estará com você!

Quando uma pessoa quer estar com você: Aprisionar uma pessoa em um relacionamento não é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *